VW, Porsche e Renault 1953

Como foi publicado em Janeiro de 1954 pela Popular Mechanics, por Floyd Clymer

Tenho que observar que existe um equivoco em juntar estes três carros, mas é um excelente indicativo como o publico americano vê as coisas…

PM Jan 54 pg 134 135

“O verdadeiro teste de um carro começa quando o dono senta-se à direção”
‘Mecânica Popular’ enviou questionários para 1000 donos de Volkswagen, Renault. E Porsche. Aqui está o que eles tem a dizer.

O que é melhor: motor atrás ou na frente? É uma discussão sem fim!
Somos todos familiarizados com os carros de motor à frente. Para descobrir algo sobre o desenho menos familiar de motor atrás, “Mecânica Popular” enviou 1000 questionários a proprietários americanos de Volkswagens, Porsches e Renaults para informá-lo sobre seus carros.
O que eles sentem sobre o motor atrás depois de milhares de milhas de guiar? Somente um mínimo de 1% informaram que não comprariam mais outro carro de motor atrás! A maioria informa que estão entusiasmados. Vejamos o que eles têm a dizer:
“Não há calor do motor à frente. Não é necessário usar anti congelante (na água do radiador) ou se preocupar com o radiador com um motor refrigerado a ar.” – Dono de Volkswagen de Binghanton, N.Y.
“Peso na traseira ajuda a tração.” – Dono de Volkswagen de Islip, N.Y.
“É lógico ter o motor atrás e eliminar o cardam que desperdiça potência.” – Dono de Porsche de Los Gatos, Califórnia.
“Se qualquer fabricante americano fizesse um auto com motor atrás, venderia como bolo quente.” – Dono de Renault de Edmonds, Washington.

Comentários sobre o Volkswagen

O que os proprietários tem a dizer sobre sua marca específica de carro? Como a maioria dos proprietários de carros estrangeiros, são entusiásticos.
“Economia acima de tudo! Visibilidade para frente, andar macio, insensibilidade à buracos na direção, caixa de câmbio fantástica.” Escreve um proprietário de Volkswagen de Bloomfield, N.J.
Outros proprietários concordam com ele. Economia de operação foi a característica mais apreciada (ver o quadro de porcentagens). Isto é compreensível uma vez que o Volkswagen consegue a média de 37 m.p.g. (14.8 k.p.l) na estrada e 32 m.p.g. (12.8 na cidade).
Mas existem outras boas características, dizem os proprietários de VW. Segurança é uma delas.
“Gosto da liberdade da ausência de inclinação lateral, devido a barras de torção. Também do conforto, economia e tração garantida em terreno escorregadio. Além da facilidade de estacionar.” Comprador de West Cornwall, Conneictcut.
Excelente tração em pavimento molhado. Estruturalmente rígido. Direção sensivel. Suspensão independente nas quatro rodas.” Desenhista de Lansing, Michigan.
“Eu tive um acidente com meu primeiro VW. Seu pára-brisas de segurança é excelente. No acidente, duas cabeças foram contra o pára-brisas. O vidro quebrou em pedacinhos. Sem ferir as cabeças!” Capataz de Ozone Park, N.Y.
“Silencioso, motor macio em velocidade cruzeiro (65 m.p.h. – 104 k.p.h.). Excelente para dobrar esquinas, fácil manutenção.” – Trabalhador da telefônica de Detroit, Michigan.
“Engenharia excepcional, desenho funcional e baixa manutenção.” – Instrutor de Jersey City, N.J.
“Motor traseiro proporciona um rodar mais ameno (frio) em viagens de longa distancia no verão. Baixa potência não fica em desvantagem, uma vez que consigo manter uma velocidade constante mais alta do que com meu carrão americano, que tem seis vezes mais potência.” Auditor de Paterson, N.J.
“Eu queria um segundo carro econômico. Agora eu prefiro guiá-lo do que me carrão americano.” Médico de Lorain, Ohio.
“O motor refrigerado a ar libertou-me realmente de preocupações com o radiador no verão e no inverno.” Fotógrafo de Nova York.
“Quatro andando a 65 m.p.h. – 104 k.p.h. com temperatura acima de 100 oF – 37 oC e ainda se podia encostar no motor.” Estudante de Jamaica, N.Y.
Uma grande quantidade de proprietários escreveram que redescobriram a “alegria de guiar” com seu Volkswagen.
“A alegria de guiar certamente voltou para mim desde que comprei meu VW.” Proprietário de Buffalo, N.Y.

PM Jan 54 pg 136 137

Queixas sobre o Volkswagen

A maior queixa sobre o Volkswagen foi sobre a visibilidade traseira pobre. Em seguida foi sobre a falta de aceleração em alta velocidade.

“Visão pobre sobre os ombros dos dois lados. Não gosto da janela traseira dividida.”- Funcionário de Chicago, Illinois. (O VW de 54 não tem a divisão).

“Acima de 40 m.p.h. – 64 k.p.h. a aceleração é dolorosamente lerda.” Soldador de Evansville, Indiana.

“Creio que existe um perigo na falta de aceleração para as estradas modernas.” Vendedor de Manhassett, N.Y.

“A potência do motor é boa em baixa velocidade, mas deixa muito a desejar.” Engenheiro de vendas de Racine, Wisconsin.

“Não há potência de reserva para ultrapassagens.”Vendedor de Highland Park, N.Jersey.     ”

“Um pouco sem potência, mas fácil de remediar com kit de dois carburadores.” Fotógrafo de Lexington, Massachussets.

Outras queixas, menos frequentes:

“Barulho do motor muito alto para quem viaja no banco de trás.” Dona de casa de Lakeville, Conneictcut.

“Proteção inadequada contra ‘encostadas’ traseiras e dianteiras dos pára-choques dos carros maiores.” Engenheiro de Uniondale, N.York

“Falta relógio indicador de combustível e de pressão do óleo. Angulo do capô dianteiro muito baixo, marcando facilmente com pedras atiradas pelas rodas dos outros carros.” Engenheiro de Huntington, N.York.

“Eu preferiria ter a alavanca de câmbio na direção. O espaço para bagagem deveria ser maior.” Chaveiro de Port Washington, N.York.

PM Jan 54 pg 138 139

Comentarios sobre o Porsche

A economia não é tão importante para os proprietários de Porsche, sendo um carro caro, cuidadosamente montado e tendo seu preço além de $3000 dólares (O Volkswagen, “primo pobre” do porão custa $1600).
A maioria dos proprietários do Porsche lista a dirigibilidade do Porsche e o desempenho como o que mais gostam do carro. A economia de operação vem em terceiro lugar. O mileagem é muito alto: 32.2 m.p.g. – 12.8 k.p.l e 26.4 – 10.6 na cidade.
“Desempenho fantástico, economia, estabilidade, facilidade de manuseio e conforto. Não dá despesa de manutenção. Só anda e anda.” – Fotógrafo de Bremerton, Washington.
“Ultrapassa a maioria dos carros americanos, independentemente da potência. Em estradas sinuosas é ainda melhor.” Advogado de Los Angeles.
“Roda a 75/80 m.p.h. – 120/130 k.p.h. sem esforço. Não joga de forma nenhuma nas curvas. Aerodinâmica excelente.” Engenheiro de Detroit, Michigan.
“Freia em espaços incrivelmente pequenos a qualquer velocidade.” Comerciante de Crestwood, N.York.
“Desde que tenho o Porsche, os outros carros parecem obsoletos.” Oficial da Marinha de Berkeley, Califórnia.
“O motor refrigerado a ar é construído como um relógio fino, como o resto do carro.” Escreve um marceneiro de Dallas, Texas.
“O carro dá uma sensação de estar completamente sob controle. Ausência de saída de frente ou de traseira ou de lado em curvas dá uma sensação de segurança que não encontro nos produtos de Detroit.” Pesquisador de Cambridge, Massachussets.
“Gostaria de apertar a mão do artesão tradicional que fez tal fantástica obra neste carro.” Engenheiro de Iowa City, Iowa.
“É muito gostoso de guiar.”- Executivo de vendas de Fitchburg, Massachussets.
“O único ‘carro do futuro’ feito hoje.” – Vendedor de Marion, Iowa.
“Fantástica economia acima de 60 m.p.h. – 100 k.p.h.” Estudante de Decatur, Illinois.

Queixas sobre o Porsche

Geralmente os proprietários do Porsche tiveram muito pouco a se queixar. O incomodo mais frequente foi o barulho do motor. Outras queixas foram sobre os pará-choques baixos e frágeis, tendência a girar em curvas muito rápidas, pouco espaço para bagagem, dificuldade de entrar e sair e problemas com válvulas.
“Barulhento. Precisa de isolamento acústico entre o assento traseiro e o motor. Os pará-choques deveriam ser mais pesados.”- Engenheiro de Claremont, N.Hampshire.
“O carro era barulhento. Corrigi o problema isolando o compartimento do motor com fibra de vidro.” Executivo de Milwaukee, Wisconsin.
“Tive alguns problemas com válvulas. O alinhamento dianteiro sai fora facilmente.” – Agente do imposto de renda de Boston, Massachussets.
“A altura do chão é muito pequena. O carro bate embaixo em estradas um pouco ruins.” Proprietário de Detroit, Michigan.
“Não dá para estacionar em qualquer lugar. Não há proteção dos pará-choques, pois são leves e baixos.” – Executivo de Los Angeles, Califórnia.
Muitos proprietários afirmaram que tiveram que aprender a guiar o carro por ser de motor traseiro. Isto ocorre primariamente pela distribuição de peso diferente dos carros de motor à frente.
“Não é um carro para principiantes. Tem características de curvar peculiares.” Executivo de Libertyville, Illinois.
“Perigoso para principiantes.” Executivo de vendas de Fitchburg, Massachussets.
“Escorrega um pouco em chão molhado.” Médico de Los Angeles, Califórnia.
“Não tem medidor de gasolina. É difícil de entrar e sair. Assento traseiro inútil. Definitivamente um carro de duas pessoas.” – Madeireiro de Portand, Oregon.
“Ondula em terreno ondulado. É considerado inerente ao carro. Não sabem como consertar isto.” Engenheiro de Centralia, Illinois.
“O carro pode ser ‘chicoteado’ por manuseio inepto – significando isto que a traseiro pode escorregar e sair de banda.”- Professor de Scarsdale, N.York.
“Os assentos traseiros são chamados de ‘ocasionais’, mas o nome certo seria ‘de emergência’ ” Engenheiro de projeto de aviões, de Kirkland, Washington.
“Acabamento da pintura lasca muito facilmente. O primer é duro como um banho de cobre. As guias das válvulas são muito longas e precisam de assentamento para curar travamento.” – Engenheiro de Claremont, N.Hampshire.

Comentários sobre o Renault

As características mais apreciadas do Renault foram sua dirigibilidade e manuseio, com economia de operação em seguida. O Renault é comprado mais frequentemente como segundo carro, mais do que as outras duas marcas analisadas. 63% dos proprietários de Renault tinham outro carro americano (% do VW: 42%, % do Porsche: 59%).
“Barato para comprar e operar – um bom ‘segundo carro’ ” – Advogado de Shelburne, N.Hampshire.
“Tração incomparável. Economia incrível (40 m.p.g. – 16 k.p.l.). Freia e curva muito bem.” Proprietário de Manhattan Beach, Califórnia.
“O peso no eixo traseiro demonstrou sua utilidade. Nunca encalhei nos 26 meses que tenho o carro, mesmo na neve e no gelo, embora o guie diariamente.” Trabalhador da industria aeronáutica de Seattle, Washington.
“Nunca guiei um carro que tivesse tal habilidade de agarrar-se à estrada nas curvas mais fechadas.” Radialista de Seattle, Washington.
“Equilíbrio e estabilidade é melhor do qualquer dos outros 40 carros que tive.” Proprietário de S.Petesburg, Florida.
“Facil de estacionar.”- Funcionário de Companhia de Aviação, Wayne Michigan

Queixas sobre o Porsche

Mas, como tudo não é perfeito, existem queixas. Algumas são típicas:
“Muito pequeno. Outros carros vem em cima de mim. O aquecimento é inadequado. Tive que acrescentar um aquecedor a gasolina.” Motorista de ônibus de Babylon, N.York (Incidentemente, este mesmo proprietário listou o tamanho e a facilidade de entrar em lugares pequenos como características que ele mais gostava no seu Renault!)
“Precisa um pouco mais de espaço atras. Gostaria de ver um Renault do tamanho de um Volkswagen. Precisa de uma janela traseira maior. Precisa velas melhores.” Professor de Johnston, R.Island.
“Um pouco pequeno para ter conforto. Clima úmido ou chuvoso dificulta a partida. Os mecânicos locais ano gostam de trabalhar no carro.” Banqueiro de Harriman, Tennesee.
“Sistema de ignição pobre, um pouco errático em baixa velocidade e sob pressão. Apliquei isolamento acústico sob o carro todo e mudou completamente.” Engenheiro de Long Branch, N.Jersey.
“A entrada de gasolina é muito próxima do bloco do motor. Perigoso quando o motor está quente.” Estudante de Washington, D.C.
“Um bocado barulhento na estrada.” Técnico eletrônico de Lakebay, Washington.
“O capo do motor na traseira é feito de tal maneira que a chuva consegue afogá-lo” – Músico de Miami, Florida.
“Tive conferir o engraxamento, pois o Renault tem pontos excessivos em relação aos carros americanos.” Investigador de Bothel, Washington.
” O acabamento é pobre, a proteção contra ferrugem é virtualmente inexistente.” Engenheiro Mecânico de Wellesley, Massachussets.
“O motor deveria ser montado com mais isolamento por coxins para eliminar tanta vibração.” Vendedor de Culver City, Califórnia.

Agora, os meus testes

Dirigi os três carros nesta enquete.

Volkswagen

Além de centenas de milhas na Europa, recentemente dirigi um Volkswagen de Nova York até Springfield, Massachussets e voltei. Enquanto estava em Springfield testei o carro no seu andar em algumas estradas secundarias que eram ruins e arenosas. O carro tem um desempenho fantástico e na areia tem tração excelente, devido à distribuição de peso traseira.
O carro é equilibrado e manuseia excepcionalmente bem nas curas ou em estradas ruins. A direção é um pouco rápida para o padrão americano, mas eu avalio que esta é uma característica boa.
Tenho sido advogado de refrigeração a ar e não posso entender porque milhões de automóveis em nossas estradas se arrastam em torno de radiadores, bombas de água e todo o peso extra que é desnecessário. Descobri que é impossível super aquecer um Volkswagen sob qualquer condição. Ficou frio sem perda de potência durante todo o teste que realizei.
Nos tempos dos carros americanos refrigerados a ar, os concessionários Franklin faziam muitas demonstrações em climas quentes e no deserto, dirigindo os carros em primeira e segunda para provar que os carros refrigerados a ar são melhores. A refrigeração a ar é uma dádiva para quem mora em clima frio.
As características excepcionais que gostei do Volkswagen são a economia, o tanque de reserva de gasolina, a pintura excelente e a qualidade da mão de obra na montagem e no acabamento e o fato que o motor montado atras praticamente elimina odores de gasolina. O Volkswagen tem um radiador de óleo como equipamento padrão, o que é altamente desejável e o motor pode ser removido completo em 45 minutos.
Há um barulho bastante perceptível do motor, que é comum para motores refrigerados a ar, pois não há água circulando em torno dos cilindros, que ajuda a reduzir o ruído, nos carros refrigerados a água. Isolamento acústico e possivelmente um banho de “undercoating” resolveriam o problema.

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s