Carro Econômico

Não sei como abordar este assunto, uma vez que não é possível evitá-lo, pois uma das características da subjetividade envolvida era o choque que foi trocar no nosso imaginário a ideia de automóvel que os carros americanos projetavam e o que foi produzido pela industria brasileira. Para simplificar a questão, uso meu exemplo, cujo primeiro carro foi um Ford 49 e o segundo um VW 59 e depois de uma serie de tentativas frustradas com carros da época, acabei comprando um Dauphine 60. A grande diferença era que com o dinheiro que ia para andar uma semana num Ford 49, você andava mais de um mês no Dauphine. Sem contar que o preço do pneu, a troca de óleo, qualquer manutenção, a redução do custo era na mesma proporção. Encurtando a historia, lembro de meus registros, que sempre tive dos carros que possui, que rodei com o Ford 49  6000 klm, com o Vw 9000 klm, com o Dauphine 30000 klm, com o Gordini 7000 e com o 1093 38000 klm.

Os tempos envolvidos foram: Ford 49 um ano (1964), Volks 59 3 meses (1965) (Fiz um round trip Campinas – Rio – Belo Horizonte – Brasilia – Campinas, dai a quilometragem alta para período curto). O Dauphine quase 2 anos (1967-68), o 1093 três anos (1969-70-71). O Gordini usei para  minha lua de mel em 1968 e fiquei alguns meses apenas com ele.

Ou seja, a realidade brasileira somente comportava carros econômicos no seu pais de origem e os carros americanos eram inviáveis para a quase totalidade da população, na qual eu e minha família nos incluíamos.

Eu somente iria conhecer efetivamente os carros do meu imaginário de adolescente na década de 70, quando fui trabalhar nos Estados Unidos e tive vários carros “normais” lá.

Foge ao contexto discutir os carros que tive ao longo da vida, pois foram muitos, mas simplificando, quando eu tinha a família comigo, usei bastante Opalas e principalmente a linha Santana Quantum. Até meus filhos poderem guiar, sempre haviam dois carros, o outro era VW. Quando eles puderam guiar, os filhos tiveram de tudo, principalmente caminhonetes e jeeps.

Acho que poderia parar por aqui, inserindo as noticias que precederam a introdução dos carros econômicos europeus nos Estados Unidos, mas a Internet é uma tentação e não resisto a incluir uma discussão sobre as origens e evolução dos carros econômicos, na Wikipedia, que é perfeitamente dispensável.

As noticias que menciono, são, tipicamente, as seguintes:

PM Jan 1959

PM Jan 1961

PM Maio 1956

PM Set 1959

O que os americanos pensavam disto, dá para perceber no teste publicado pela Popular Mechanics em  Janeiro de 1954, num artigo assinado por Floyd Clymer, intitulado: ”

Relatório dos donos sobre três carros com motor traseiro
Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s