São Paulo anos 50

Uma parte deste blog será apresentada na forma como o autor sentiu São Paulo nos anos 50, quando, levado por sua avó, que morava em S.Paulo, começou a aprender como era São Paulo.

Vi S.Paulo pela primeira vez aos 14 anos, em 1957.

Minha avó morava num sobradinho numa ladeira da Rua Mario Amaral, no Paraiso.

sobrados-mario-amaral-50-jpg

Dava para ir a pé até o começo da Av.Paulista, onde estava a Sears. Ficava numa pracinha, cruzamento da Av.Paulista, 13 de Maio e Bernardino de Campos.

Para ir para a cidade, pegava o bonde “Avenidas”

O bonde, era o saudoso  “Camarão”, com o qual a gente ia para o centro, e o ponto final era atras da Praça da Sé,  que esta ai acima na foto, na Praça João Mendes.

Nesta época, eu invariavelmente descia até a rua Direita, cruzava a Praça do Patriarca, passava pelo Viaduto do Chá, e ia no Mappin, ou Loja Inglesa, como minha vó gostava de se referir.

Ao lado do Mappin, a Rua da Fotografia, com todos aqueles equipamentos que iriam me fascinar a vida toda e a visita à Fotótica, era obrigatória.

Para chegar na Praça da Republica, qualquer das paralelas da Av. S.João serviam… 24 de Maio, Barão de Itapetininga, sete de Abril e por último a Av. S.Luis.  Aquelas lojas e galerias, com um pouco de tudo, enchia a imaginação da gente… As lojas de Discos eram particularmente atrativas.

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s